4ª Abraço pela Paz da Festa das Nações

4ª Abraço pela Paz da Festa das Nações

FONTE:  https://blog.londrina.pr.gov.br/?p=59769
Texto: Aline Schmidt sob orientação dos jornalistas do N.Com

Museu Histórico recebe 4ª Festa das Nações Lusófonas no domingo

Este é um evento cultural que visa ampliar o conhecimento dos participantes em relação aos países de língua portuguesa

No domingo (25), o Museu Histórico de Londrina irá sediar a 4ª Festa das Nações Lusófonas, das 10h às 16h, na rua Benjamin Constant, 900, ao lado do terminal urbano. O evento agregará também homenagens ao Dia do Pioneiro, celebrado no dia 21 de agosto, ao Dia do Folclore, no dia 22 e o Dia do Elismo, no dia 8 de setembro. A entrada será gratuita.

Para a conselheira do Compaz e representante do Elos Clube, Leozita Baggio Vieira, este evento busca defender e promover a compreensão entre os povos, a defesa das tradições e da cultura luso brasileira e a defesa da língua portuguesa e do humanismo lusíada em todos os cantos do mundo. “Este é um evento cultural, que passa conhecimento para as pessoas, pois muitas acreditam que somente Brasil e Portugal são países lusófonos, quando na realidade existem nove”, contou.

Nações lusófonas são aquelas que compartilham o português como língua mãe, além de partilhar traços da cultura portuguesa. No evento, serão celebrados os países Brasil, Portugal, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique, Cabo Verde, Angola, Timor Leste, Guiné Equatorial e Macau, que é uma região administrativa da China.

Programação – Dentre as atividades propostas o evento trará aspectos geográficos, culturais e gastronômicos para os participantes. Em parceria com o departamento de letras da Universidade Estadual de Londrina (UEL), será exibido uma exposição de literatura portuguesa por meio de vídeos, poesias e ações linguísticas participativas.

Durante o decorrer da festa, as apresentações artísticas serão: espetáculos musicais, como “Noturnos de Chopin” e o “Sarau da Madragoa”; apresentação das entidades e países lusófonos; performances de danças; grupo de taiko; concerto da banda Stella Raiser; e apresentação de lendas e mitos de origem africana.

Outras atividades irão envolver o artesanato como oficinas de kirigami, biscuit e pintura de mandalas. Dentro da parte de gastronomia, os visitantes poderão conhecer um pouco mais sobre as comidas dos países lusófonos, como pastel de belém, bolinho angolano e bolinho de bacalhau, além de clássicos brasileiros como espetinho e coxinha.

Além da Festa das Nações, o evento contará também com o 4ª Abraço pela Paz da Festa das Nações Lusófonas, às 11h. Segundo o membro da Compaz, Luis Claudio Galhardi, está é a quarta realização do abraço dentro da programação da festa. “É um momento muito bacana, onde nós fazemos a roda, que é o abraço, e nosso grito de paz junto às bandeiras dos países”, relatou.

A festa também vai contar com o 2ª Encontro Distrital Lusófono de Escoteiros. Segundo, o coordenador da Seção Escoteira Autônoma do Ar Órion 352 Paraná, Gustavo Marconi, a Elos e a Órion perceberam que e trabalhavam com o aspecto lusófonos em suas atividades e disso surgiu a festa, que para os escoteiros é uma forma de integração que permite às crianças alcancem a insígnia da lusofonia. “Por meio desse evento, eles precisam conhecer aspectos culturais, gastronômicos, vestimentas, entre outros. Além disso, a festa facilita o encontro de outros escoteiros lusófonos”, relatou.

O evento é coordenado pelo Elos Clube de Londrina e pela Seção Escoteira Autônoma do Ar Órion 352 Paraná, e é uma realização do Lions International, Grupo Escoteiro Verde Vale, Desbravadores, Aventureiros do Amanhecer, Rotary Club de Londrina Sul, Londrina Pazeando, Conselho Municipal de Cultura de Paz  (Compaz), Associação dos Amigos do Museu Histórico de Londrina (ASAM), Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Museu Histórico de Londrina.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a conselheira da Compaz e representante do Elos Clube, Leozita Baggio Vieira telefone disponível no N.Com pelo 3372-4013.

COMPAZ e Pazeando, estarão no Londrina Mais na Educação 2019

Foto de arquivo – Evento em 2018

O COMPAZ Conselho Municipal de Cultura de Paz e o Londrina Pazeando, estarão no Evento Londrina Mais na Educação, que está na terceira edição, com um stand, reafirmado o compromisso e parceria com a Secretaria Municipal de Educação e com a Escolas no trabalho de Construção de uma Cultura de Paz.

Fazemos para da Rede Internacional e Campanha Global de Educação para Paz http://www.peace-ed-campaign.org/index.html

Além de oficina de formação o Conselheiros do COMPAZ  e membros da OSC Londrina Pazeando estarão com a Trilha da Paz no evento.

VEJA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO EM
FONTE: Blog.Londrina /N.com Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina
https://blog.londrina.pr.gov.br/?p=59439

Terceira edição do Londrina Mais acontece na próxima semana

Evento terá exposição de projetos, oficinas e atividades interativas para o público, além de formação continuada para educadores da rede municipal de ensino

A terceira edição do maior evento educacional da região, o Londrina Mais, será realizada nos dias 22, 23 e 24 de agosto, no Parque de Exposições Governador Ney Braga. A iniciativa é organizada pela Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), e trará a Sustentabilidade como tema central deste ano. O Parque de Exposições fica na Avenida Tiradentes, 6.275, Cilo II. A entrada é gratuita.

Na quinta-feira (22), o evento terá início às 8h e segue até as 18h. No dia seguinte, sexta-feira (23), será das 8h às 22h e, no sábado (24), das 9h às 14h. Durante os três dias haverá exposição de projetos em mais de 150 stands que estarão abertos para a visitação de alunos e de toda a comunidade. Cada unidade escolar irá apresentar os trabalhos desenvolvidos com os alunos durante o período letivo, de acordo com seu projeto pedagógico.

O público poderá participar, ainda, de oficinas e atividades interativas em diversas áreas de conhecimento, como matemática, língua portuguesa, arte, inglês, educação física, informática, entre outros. Também haverá um espaço gastronômico no local, com diversas opções de restaurantes e food trucks.

Para os gestores, coordenadores e professores, haverá formação continuada por meio de 17 palestras com temáticas atuais e de interesse educacional, como “Inteligência Emocional para a Vida e Carreira”, “Direito Educacional Aplicado à Educação Infantil e aos Anos Iniciais”, “Bullying: Tipos e Consequências”, “A Conciliação no Cotidiano Escolar”, “O Papel da Escola no Século 21”, entre outros. Quase cinco mil professores da rede serão atendidos, além de profissionais de mais de 30 cidades vizinhas. A participação se dará por inscrição prévia, feitas pelo site da Escola de Governo.

A profissional da Gerência de Apoio Pedagógico da SME, Andrea Militão, ressaltou o objetivo do Londrina Mais. “Esse evento busca formar professores, divulgar os trabalhos que as escolas e centros infantis têm realizado com os alunos e promover o envolvimento da comunidade, mostrando a todos o que o município vem fazendo no campo da educação”, afirmou.

O último dia do evento dará espaço à realização da Feira de Empreendedorismo, com os alunos participantes do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), feito em parceria com o SEBRAE, além de palestras sobre o tema.

Dentre os parceiros do Londrina Mais 2019 estão o SESC; SEBRAE; Companhia Paranaense de Energia (Copel); Associação Famílias Especiais de Londrina (AFEL); ERMEL; Unimed; Faculdade Positivo; Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU); Sindicato dos Servidores Municipais de Londrina (Sindserv); Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM); entre outros.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a profissional da Gerência de Apoio Pedagógico da SME, Andrea Militão, pelo telefone 3375-0113.

Texto: Jenifer de Paula sob supervisão dos jornalistas do N.Com

CAREMAMAS é Carinho e Amor no Remo para as Mamas

Membros do Movimento pela Paz e Não-Violência Londrina Pazeando e COMPAZ  estiveram neste domingo 18 de agosto de 2019 no Iate Clube onde foi iniciado o Projeto CAREMAMAS é Carinho e Amor no Remo para as Mamas, acrescentando que CARE em inglês, significa cuidado, preocupação, cautela, proteção, precaução, esmero, solicitude, atenção, assistência e tratamento e ainda que o CAPC.BRASIL é a atual sigla de Centro de Amor ao Paciente com Câncer, coordenado em Londrina pelo Sr João Batista Gomes Simão.

CAREMAMAS é um projeto de cunho social para apoio aos pacientes com câncer, idealizado no Canadá e que está sendo executado atualmente no Lago Paranoá com a sigla CANOMAMAS e na Raia Olímpica da USP Universidade de São Paulo através do ICESP Instituto do Câncer de São Paulo com a sigla REMAMAS. Tem o objetivo do projeto em caráter permanente com Londrina de tratar através da fisioterapia via o exercício do remo, sequelas de pessoas que tiveram câncer de mamas, mas os estudos atuais já avançam para mais três de canceres.

Caso tenham interesse de encaminhar pessoas que foram atendidas pelo projeto de Bem com Você, favor entrar em contato conosco via e-mail para que possamos efetuar o cadastro das pessoas interessadas em participar das atividades que serão no Iate Clube de Londrina e que serão realizadas pela equipe do Professor Gelson – Profissional de alta categoria e que atualmente acabou de colocar o atleta Igor no topo do esporte paraolímpico mundial – Fones Sr Joao 43.9.9103-9114 ou Maria 9.9995-8836

PROGRAMAÇÃO: Dia 18 de Agosto de 2019

08:30 Início das atividades com apresentações de remadores olímpicos e paraolímpicos, musicais, danças arco e flecha, artesanato, shows de palhaços e malabares, brincadeiras para crianças, etc.

09:30 Abertura Oficial Hino Nacional Orquestra Londrinense de Viola Caipira, Homenagem pela Orquestra de Viola Flor do Campo e apresentação Musical Grupo Pequenos Sertanejos, sobre regência do Maestro Edson Murari Lima,

10:30 Apresentação no Lago Igapó com o Barco Dragon Boat para 22 mulheres sobre a coordenação do Treinador Gerson Moreira de Souza

caremama_18_agosto_2019 (1)

Abraço e Grito de Paz no Vale do Rubi.
Membros do Movimento pela Paz e Não-Violência Londrina Pazeando e COMPAZ, participaram ontem 18 de agosto de 2019 do evento no Vale do Rubi, que entre muitas atividades ( das 8 as 18h) contou com um ABRAÇO E UM GRITO DE PAZ. VEJA MAIS em https://blog.londrina.pr.gov.br/?p=59522

Vale_do_Rubi_18_agosto_2019 (21)

COMPAZ e Pazeando levarão o Dado de Cultura de Paz no 07/setembro/2019

Desfile Cívico e Pela Paz em 07 setembro de 2019

Início em 2009 – 2019 ONZE anos de Desfile Cívico

HISTÓRIA -EM 2009

Desenvolver uma crítica à cultura de violência. Trata-se de fortalecer uma atitude crítica a esta cultura de violência que nos é imposta, fornecendo instrumental para perceber como a violência e o militarismo atuam em diversos canais, como, por exemplo, nos meios de comunicação, brinquedos e jogos de guerra.

Educar para Paz – uma educação para se opor às incitações à guerra, à propaganda bélica e ao militarismo em geral. Uma Educação para Paz pensa em substituição da glorificação do militarismo com modelos de não-violência ativa.

Campanha para eliminar, ou ao menos reduzir, a violência na mídia e na linguagem cotidiana. Por exemplo chamar (e divulgar) o desfile de 07 de setembro de:  – “Desfile Cívico-Militar”?    ou “Desfile Cívico e Comunitário”

VENHA PARTICIPAR no dia 22/setembro do 11º ABRAÇO NO LAGO

Você conhece o Totem Trilha da Paz que está na beira do Lago Igapó?

Jessica Gonçalves Pieri, Chefe no NRE Londrina, conhece membros do COMPAZ

Luis Claudio Galhardi (Pazeando), Leozita Baggio Vieira (BPW Londrina) e Maria Aparecida Prandini Pereira (Poder Rosa) membros do COMPAZ visitaram NRE Nucleio Regional de Londrina. A Reunião foi com a Maria Elena conselheira representante do NRE no COMPAZ. Durante a reunião com a conselheira, a Chefe do NRE de Londrina, passou para um breve cumprimento, e conhecer o grupo.

FONTE facebook NRE Londrina https://www.facebook.com/nrelondrina/?ref=br_rs
No dia 31/07/2019, membros do Conselho de Cultura de Paz estiveram reunidos no Núcleo Regional de Educação para divulgar o trabalho desenvolvido em prol da Cultura de Paz em Londrina e para convidar as escolas a participarem de alguns momentos mais importantes desse trabalho desenvolvido há anos. Segue abaixo a programação dos meses de agosto e setembro:
28/08/2019 Inauguração do Totem Lago Igapó II
22/09/2019 Abraço no Lago Igapó II
23/09/2019 Entrega do Livro Londrina Pazeando INESUL
25/09/2019 Noite de Autógrafos Livraria Curitiba

FONTE facebook NRE Londrina

Contribuições das práticas restaurativas no ambiente escolar
Práticas e Justiça Restaurativa

As práticas restaurativas são fundamentais para as relações humanas. A expressão “Restaurar” nos remete a “recuperar, consertar, pôr em bom estado”.

Assim como em qualquer instância social, o ambiente escolar não está livre de tais conflitos. Muitas vezes, os conflitos (por motivos banais) são gerados devido ao senso de (in) justiça e essa sensação causa descontentamento. Diante disso, é imprescindível a prática do diálogo, onde oportuniza-se o relato do fato ocorrido e gera-se justiça, pois garante-se a ambas as partes envolvidas o “lugar de fala”, ou seja, oportuniza-se compreender os motivos das ações de ambos. Essa prática é oportunizada pelas   práticas restaurativas, que “recuperam” as relações.

Cabe a cada facilitador (no caso os educadores) mediar as situações coerentemente (de maneira imparcial). Dessa maneira, é possível resgatar valores nitidamente escassos nas relações humanas causadores de comportamentos geradores de conflitos. Comportamentos esses frutos da nossa saúde emocional, a qual é constantemente atacada por sentimentos negativos como: tristeza, ira, revolta, frustração… produzidos cotidianamente, através de experiências que muitas vezes nos remetem  a reproduzir atitudes negativas (as quais condenamos nas pessoas) que nos tiram a paz de espírito, tão necessária à convivência harmoniosa e,  consequentemente geram conflitos.

Toda ação gera uma reação: violência gera violência, gentileza gera gentileza (…) precisamos repensar nossas atitudes, melhorar nossa conduta a fim de pacificar nossas relações. Para isso, precisamos ser restaurados. Quanto às crianças, seguem exemplos, daí a importância de conviverem num ambiente dotado de bons exemplos, pois são reprodutoras de comportamentos, receptoras, carismáticas…. através delas, alcançaremos o mundo! Um mundo: “restaurado, recuperado, consertado, em bom estado”, como todo ser humano merece!

Implantação do Projeto “JUSTIÇA RESTAURATIVA”

 Em 2018, iniciou-se a implantação do Projeto “Justiça Restaurativa na Escola Municipal “Eugênio Brugin”. Na ocasião, foi desenvolvido um “Círculo Restaurativo” com os professores para refletir acerca do ano letivo. Desde então, tem-se desenvolvido as práticas restaurativas com as crianças e os professores. As atividades propostas tem oportunizado a mediação de conflitos e, consequentemente, favorecido a convivência harmoniosa do grupo e, o mais importante, oportunizando relações saudáveis.

TEXTO: Professora Janaina Neves (Escola Municipal “Eugênio Brugin).

ATIVIDADE: “Trilha da Paz” – material fornecido pelo COMPAZ e PAZEANDO.
ATIVIDADE: Círculo Restaurativo com as crianças – Tema: Respeito”.
ATIVIDADE: Círculo Restaurativo com os professores.

2° Semana da Criança e do Adolescente Enfrentamento às Violências

2° ABRAÇO PELA PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA
*um em cada escola, nos intervalos das palestras

De 05 até 09 de agosto de 2019

A Lei Municipal n° nº 12.530 de 12 de julho de 2017 incluiu no calendário de comemorações oficiais do município de Londrina a Semana da Criança e do Adolescente. Assim, visando à conscientização a respeito da importância do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), bem como todos os direitos e deveres por ele estabelecidos, foi formada a Comissão Municipal da I Semana da Criança e do Adolescente: enfrentamento às violências. Esta Comissão, por sua vez, desenvolveu um projeto para implementação de serviços e palestras de conscientização em diversas áreas, dentre as quais: Profissionalização, Atendimento Jurídico, Rede de Proteção, Álcool e Drogas, Bullying e Violências.  “2° Semana da Criança e do Adolescente: enfrentamento às violências”.

Organizadores:

Cácia 9.8452-4510
Cidinha 9.9919-6000
Marta 98821-3127
https://www.facebook.com/events/396689231202576/

SITE DA MARCHA MUNDIAL https://theworldmarch.org/en/
FACEBOOK https://www.facebook.com/londrinamarchamundialpelapaz/?modal=admin_todo_tour

ROTA DA MARCHA MUNDIAL NO BRASIL

Recife, PE dias 6 a 9 de dez
São Paulo, SP de 10 a 11/dez
Cubatão, SP – 11/dez
Caucaia, SP – 12/dez
Paraisópolis, MG dias 13/dez
Rio de Janeiro, RJ – 14 e 15/dez
Maricá, RJ – 16/dez
Londrina, PR – 17/dez
Curitiba, PR – 18/dez

PROGRAMAÇÃO EM LONDRINA:

  • 28/agosto Na Inauguração do Totem Trilha e Dado da Paz
  • 22/setembro – 11° Abraço no Lago pela Paz
  • 02/outubro – Conexão Londrina com a Marcha Mundial pela Paz e Não-Violência
  • 05/outubro – 6º Manifesto pela Paz e pelo desarmamento infantil.
  • 21/novembro/2019 – 9° Entrega do SELO arma não é brinquedo
  • 17 de dezembro *A Marcha Mundial passará em Londrina

Londrina-Pr, 2019.

Documento de adesão à 2° Marcha Mundial pela Paz e pela Não-Violência

Estimado(s),

            Queremos convidá-lo(s) a aderir à 2° Marcha Mundial da Paz e da Não-Violência. Trata-se de uma iniciativa impulsionada pela organização internacional Mundo Sem Guerras em conjunto com diversas organizações e pessoas dispostas a organizar ações e percorrer novamente todo o planeta, para contribuir na construção de um mundo sem guerras e sem violência.

Começando em Madri na Espanha no dia 2 de Outubro de 2019, data que comemora o nascimento de Gandhi e que foi declarada pelas Nações Unidas “Dia Internacional da Não-Violência”, a marcha dará a volta no Globo percorrendo os seis continentes, finalizando novamente em Madri no dia 8 de Março de 2020, promovendo a educação na não violência e federando os movimentos que em todo o mundo defendem e promovem a democracia, a justiça social e ambiental; a igualdade entre os gêneros, a solidariedade entre povos e a sustentabilidade da vida no planeta. Uma Marcha que busca viabilizar e empoderar a esses movimentos, comunidades e organizações, em uma convergência global de esforços em prol dos seguintes objetivos:  

            – Levantar um grande clamor mundial desse “nós, os povos”, com o que tão lucidamente se inicia a Carta das Nações Unidas, para uma rápida implementação prática do Tratado de Proibição de Armas Nucleares, que permita liberar os recursos destinados hoje à destruição, para resolver necessidades básicas da humanidade.

            – Assumir um Plano de Irradicação da Fome, em consonância com os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), que disponha dos fundos necessários para que seja efetivo.

            – Ativar um Plano de Medidas Urgentes contra todo tipo de supremacia, racismo, segregação e perseguição por sexo, raça, nacionalidade ou religião.

            – Promover uma Carta Democrática de Cidadania Global, que complemente a Declaração de Direitos Humanos (Civis, políticos e socioeconômicos).

            – Incorporar a Carta da Terra a “Agenda Internacional” dos ODS, para fazer frente de forma eficaz a mudança climática e demais frentes de insustentabilidade ambiental.

            – Refundar as Nações Unidas, dando participação a sociedade civil, democratizando o Conselho de Segurança para transformá-lo em um autêntico Conselho Mundial de Paz, e criando um Conselho de Segurança Ambiental e Econômico, de forma que se reforcem as cinco prioridades das Nações Unidas: alimentação, água, saúde, meio ambiente e educação.

            – Promover alianças de movimentos, partidos e ONGs, para transitar desde a cultura de imposição, violência e guerra a uma cultura de paz, não-violência, diálogo e solidariedade, em cada localidade, país e região, desde a perspectiva global que oferece esta Marcha Mundial.

Hoje, a 2° Marcha Mundial pela Paz e Não-violência é mais necessária que nunca.

Dez anos após a 1° Marcha Mundial, as razões que a motivaram, longe de reduzir-se, se tem fortalecido. Vivemos num mundo onde cresce o unilateralismo autoritário, ao tempo em que se degrada o papel fundacional das Nações Unidas na resolução de conflitos internacionais. Um mundo que desanda em dezenas de guerras, em sua maioria silenciada pela desinformação; em que explodem as crises ecológicas de insustentabilidade que o Clube de Roma anunciou já faz meio século; em que milhões de migrantes, refugiados e deslocados ambientais se veem empurrados a desafiar fronteiras de injustiça e morte; em que se pretendem justificar guerras e massacres na disputa por recursos cada vez mais escassos; em que o choque de “placas geopolíticas” entre poderes dominantes e emergentes suscita novas e perigosas tensões; em que a cobiça dos mais ricos quebra, inclusive nos países desenvolvidos, qualquer expectativa ou realidade de sociedade de bem estar, levando ondas de indignação que acabam sendo manipuladas e gerando alarmantes movimentos de rechaço e xenofobia contra refugiados e imigrantes; um mundo, em que a justificação da violência em nome da segurança, faz crescer o risco de escaladas bélicas de proporções incontroláveis.

 O Tratado de Não-Proliferação das Armas Nucleares, desde 1970, longe de abrir caminho ao desarme nuclear, tem consolidado o poder da destruição massiva, ampliando-se inclusive o clube da morte global com arsenal nucleares nas mãos de Israel, Índia, Paquistão…, em regiões altamente conflitivas. Tudo isso explica que o Comitê de Cientistas Atômicos situou o índice de risco global (Reloj Doomsday) como o maior vivido desde a Crise dos Mísseis de Cuba, em 1962.

            Além da contribuição em difundir a MM e suas atividades, caso queiram se somar, incentivamos a participação de todos em duas atividades de grande importância, para que possam ser realizadas gerando um grande impacto na região. São elas, o evento mundial simultâneo do dia 2 de outubro de 2019, dia que dará início a Marcha Mundial saindo de Madri para percorrer o mundo; e a atividade para recepcionar a Marcha Mundial *em Curitiba/Parana ou no estado, que acontecerá entre os dias 17/18 de dezembro de 2019.

             Valendo-se das diversas possibilidades de ações em prol da Marcha Mundial, cada pessoa, movimento e organização pode incluir suas atividades à Marcha, dando maior visibilidade nacional e internacional, e força às suas ações já desenvolvidas ou em andamento, ou ainda, desenvolver outras atividades em consonância com a MM.

            Agradecendo sua atenção e disponibilidade, como forma de firmar essa adesão, sugerimos um vídeo curto afirmando sua adesão e incentivando para que outros possam fazer parte desse grande movimento global.

Luis Claudio Galhardi
paz@londrinapazeando.org.br (43) 9.9996-1283
Equipe Promotora de Londrina
2° Marcha Mundial Pela Paz e a Não Violência

Régis Garrett da Rosa Caetano
regisgarrett@hotmail.com (41) 999413494
Equipe Promotora de Curitiba
2° Marcha Mundial Pela Paz e a Não Violência

Meu corpo Minha Fé
2ª edição da Roda de Diálogo – Caminhos para uma nova masculinidade


No dia 27 de julho daremos continuidade a 2ª edição da Roda de Diálogo, cujo tema será: Meu Corpo, Minha Fé: caminhos para uma nova masculinidade.

Esta 2a edição, objetiva continuar as reflexões acerca das violências e abusos da religião tendo como base as seguintes questões motivadoras: reflexões sobre uma masculinidade saudável; como os conceitos de masculino atingem os territórios religiosos e quais os enfrentamentos, aportes legais; propostas e intervenções necessárias diante da temática, sendo que, o evento estará aberto a todas as pessoas interessadas, em especial ao público masculino.

Na ocasião, estarão conosco, desenvolvendo a temática, os seguintes convidados:

Dr. Ronaldo Costa Braga – promotor de justiça da Vara Maria da Penha;
Prof. Celso Athayde – psicólogo e docente da PUC/Londrina;
Prof. Jonathan Menezes- doutor em História e Teólogo;
Revdo. Telmo Noé – sacerdote luterano e
Prof. Herbert Proença – pesquisador e docente da Unopar/Londrina.

O evento será gratuito, sem taxa de inscrição (não é necessário inscrição prévia, apenas confirmação via evento facebook) e sem fins lucrativos, acontecerá em 27 de julho as 9h da manhã no auditório da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Londrina, R. Gov. Parigot de Souza, 311 – Jardim Caiçaras, Londrina – PR.

Parceiros: SMPM e OAB Londrina / Caixa dos Advogados do Paraná

CAMPANHA DO LAÇO BRANCO – Homens pelo fim do feminicídio!

O movimento EIG é um coletivo que atua para uma consciência bíblico-teológica e política da condição de opressão e exploração sofrida pelas mulheres. Somos mulheres de fé que cooperam para zelar pela liberdade e autonomia das mulheres a fim de que estas possam praticar sua religião com dignidade, sem opressão e desigualdade.

VEJA MAIS  e assine dando seu apoio: http://chng.it/QCh7zY7X