Fotos

Círculo de Construção de Cultura de Paz no Colégio Ateneu

Nesta terça (18/07/17) Luis Claudio Galhardi e Carla Fernanda Paiva Cordeiro, que são membros do Comitê de Articulação de Práticas Restaurativas de Londrina, estiveram no Colégio Ateneu, afim de empregar a metodologia circular, instrumental da Justiça Restaurativa com os professores, e gestores do Colégio Ateneu, em um “Círculo de Construção de Paz de Sensibilização” (das 9 às 11:30h), e que teve como objetivos: 1- proporcionar uma “vivência” aos profissionais e, 2-  transmitir o conhecimento do Método da Key Pranis, que é o método utilizado pelo Comitê de Articulação de Práticas Restaurativas *Lei Municipal nº 12.467 - 06/12/2016.

*Cria o Programa Municipal de Práticas Restaurativas nas Escolas Municipais e dá outras providências. - Art. 1º Fica criado o Programa Municipal de Práticas Restaurativas nas Escolas, que tem por finalidade um conjunto articulado de estratégias inspiradas nos princípios da Justiça Restaurativa, abrangendo atividades de pedagogia social promotoras da Cultura de Paz e do Diálogo, e implementadas mediante a oferta de serviços de melhoria das relações sociais, solução autocompositiva e tratamento de conflitos nas escolas municipais.

Já o “Curso de Justiça Restaurativa”, que formou mais de 130 facilitadores até o momento, tem uma carga horaria de 32 horas, e tem sido ministrado por professores da Universidade Estadual de Maringá, através do Projeto Justiça Restaurativa UEM -  que tem por finalidade promover a cultura da paz por meio da pacificação e restauração das relações prejudicadas por conflitos e/ou violência. Promove o diálogo entre as pessoas envolvidas para, orientados por um facilitador, abordarem o problema e construírem soluções consensuais.  Seu objetivo não é a punição, mas criar oportunidade para os envolvidos se expressarem e encontrarem soluções para as questões conflituosas de tal forma que possibilitem prevenir a violência e lidar com as suas consequências.