Empresas e entidades são certificadas com o Selo ODM 2012

COMPAZ recebe o SELO ODM

Conselho Municipal de Cultura de Paz de Londrina – COMPAZ O Movimento Nós Podemos Paraná, articulado pelo Sistema Fiep, trabalha desde 2006 para que o Estado alcance os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Em sua segunda edição do Selo ODM (2012-2013), que visa reconhecer e divulgar trabalhos realizados por entidades públicas municipais e estaduais, privadas e do terceiro setor no Estado do Paraná, para o alcance dos ODM, certificou o Movimento pela Paz e Não-Violência – Londrina Pazeando. O Movimento Nós Podemos Paraná declara que a certificação Selo ODM foi realizada através da instituição “COMPAZ – Conselho Municipal de Cultura de Paz” e tem validade de 1 (um) ano a partir da entrega do Selo.

Curitiba, 17 de julho de 2012.

Maria Aparecida Zago Udenal

Coordenadora do Movimento Nós Podemos.

 

 

FONTE: http://www.fiepr.org.br/nospodemosparana/News2028content182404.shtml

Mais de 100 empresas, entidades do terceiro setor e instituições públicas receberam na noite de terça-feira (17), em Curitiba, o Selo ODM, um reconhecimento a instituições que desenvolvem projetos em prol dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) e contribuem para o desenvolvimento local. A solenidade aconteceu na sede da Fiep no Jardim Botânico e reuniu cerca de 300 pessoas.

O selo é uma iniciativa do Movimento Nós Podemos Paraná, um programa institucional do Sesi, que atua para mobilizar a sociedade em torno de projetos que contribuam para o alcance dos ODM - metas propostas pela ONU para eliminar a fome e a extrema pobreza até o ano de 2015.

"Esse é um dia muito especial, pois reunimos mais de 100 entidades comprometidas com o desenvolvimento de nosso Estado. As pequenas e grandes ações que cada um realiza em sua comunidade podem, sim, mudar o mundo", disse o presidente da Fiep, Edson Campagnolo, que também é diretor regional do Sesi.

Campagnolo elogiou a mobilização de voluntários de todo o Estado em prol de ações que contemplam os Objetivos do Milênio e ressaltou o comprometimento da Fiep e do Sesi com a continuidade do movimento no Estado.

 

Instituições certificadas - Nesta segunda edição, o Selo ODM recebeu 137 inscrições de organizações de 41 municípios. Do total, 111 foram aprovadas para receber o certificado: 44 empresas, 50 entidades do terceiro setor e 17 instituições públicas. O selo é um diferencial para empresas e tem validade de um ano.

"As instituições certificadas desenvolvem projetos que contemplam todas as áreas abrangidas pelos Objetivos do Milênio, como redução da fome, melhoria da educação, equidade de gênero, saúde, qualidade de vida, sustentabilidade e cooperativismo. As áreas de educação e meio ambiente foram as que mais tiveram projetos inscritos", comentou a coordenadora do Movimento Nós Podemos Paraná, Maria Aparecida Zago, lembrando que foram feitos mais de 12 milhões de atendimentos pelas ações ou programas realizados pelas organizações.

Essa foi a segunda vez que a Prati-Donaduzzi, de Toledo, recebeu o Selo ODM. "Para nós, é um reconhecimento muito importante. A comunidade comprou a ideia de nossos projetos e nossos colaboradores se envolveram e adotaram as práticas. Eles até se sentem mais valorizados por saber que a empresa está preocupada com a comunidade", disse a gerente de Recursos Humanos da empresa, Maria Rita Pozzebon.

Um dos projetos da empresa é o "Recomeçar", que trabalha com detentas na penitenciária do município. "Elas participam de treinamentos de informática, oficinas profissionalizantes, de trabalhos manuais e empreendedorismo", explica Maria, lembrando que nos dois anos do projeto mais de 150 mulheres foram atendidas.

A Associação MarBrasil, de Pontal do Paraná, que desenvolve um trabalho pela Recuperação da Biodiversidade Marinha (Rebimar), também recebeu o selo pela segunda vez. "O Selo abre portas e ajuda no reconhecimento do nosso trabalho, não só no município, mas também entre os parceiros", afirmou o coordenador do projeto Rebimar, Juliano Dobis.

Entre as atividades desenvolvidas estão a instalação de recifes artificiais, o monitoramento biológico das espécies e a educação ambiental em escolas do litoral. O projeto da associação também foi o único paranaense a vencer a 4ª Edição do Prêmio ODM Brasil.

Exemplo do Paraná - Na avaliação do secretário de Relações Político-Institucionais da Secretaria-Geral da Presidência da República, Wagner Caetano, o trabalho que está sendo realizado em todo o Paraná tem apresentado resultados concretos e está melhorando os indicadores sociais. "O Paraná tem sido referência para outros estados do País pela mobilização da sociedade", disse Caetano, lembrando que o Selo ODM também é uma ótima ferramenta de mobilização. "É uma maneira de aproximar setores e instituições para a discussão em prol dos Objetivos do Milênio. É um caminho importante para engajar as pessoas e melhorar os indicadores em todo o País", disse.