Colégio Estadual Professora Maria Helena DavatzEndereço:
Rua Ginez Navarro, 28 Bairro : Distrito de Lerroville 
CEP: 86123-000 fone: (43) 3398-2037 WhatsApp: 43 98068123
Nome do Diretor: João Armando Piedade
E-mail da Escola : celerroville@yahoo.com.br

Professor coordenador dos trabalhos
Claudineia Emanuele de Oliveir
Fone WhatsApp: 43 999725227 E-mail :  neia_eo@hotmail.com

Membros da comissão julgadora
Priscila Mansur Disciplina que leciona: Arte
Fone WhatsApp: 43 999607001
Cleverson  Silva Disciplina que leciona: Língua Portuguesa
Fone WhatsApp: 43 9938-5504   

Desenho Equipe

Estefany Ferreira dos Santos 12 anos série: 6º ano
Bianca Eduarda Batista de Souza 12 anos série: 6º ano
Giovana Lima de Jesus Lopes 11 anos série: 6º ano
Maria Eduarda Batista de Souza 11 anos série: 6º ano

Professora orientadora Claudinéia Emanuele de Oliveira
E-mail:  neia_eo@hotmail.com       Fone WhatsApp: 43 99972-5227

Texto de Professor
Claudinéia Emanuele de Oliveira Disciplina que leciona: Geografia e Ensino Religioso
E-mail  neia_eo@hotmail.com  Fone WhatsApp: 43 99972-5227

A educação para paz entre a escola e seus agentes.

A escola é o espaço do conhecimento, da convivência entre seus agentes e principalmente da troca das informações seja ela no âmbito científico, quanto das situações cotidianas. É nela que é o indivíduo passa a colocar em prática noções sobre regras, de coletividade e de respeito ao próximo.
O grande desafio da atualidade é mediar os conflitos existes dentro da escola, pois vivemos em um mundo onde a noção de bem comum está se perdendo. Em um mundo cada vez mais tecnológico, onde as relações tornam-se cada vez mais distantes, frias e permeadas pela mudança de valores familiares e sociais, os agentes que compõem o chão da escola (alunos, professores, funcionários) se veem mergulhados em situações que gera a violência escolar.
Com certa frequência, vemos notícias sendo veiculadas, relatando casos de violência contra professores e alunos, a questão do bulling cada vez mais presente dentro das escolas, vários outros modelos de abuso e agressão que ocorrem contra a comunidade escolar.  Esses atos levam a uma desestabilização do cotidiano escolar como vimos no colégio da cidade de Marina – SP.
É preciso resgatar a cultura de paz dentro das escolas, despertando o sentimento de bem comum em nossos alunos, tornando-os agentes participativos e conscientes na elaboração das regras de convivência nas escolas, promover a resolução de impasses que surjam discutindo e procurar soluções em conjunto com os mesmos.
Uma escola em que a comunidade seja envolvida nas tomadas de decisões que rege o cotidiano tem grandes chances de que esses conflitos sejam superados. Promover ciclos de palestras, eventos de convivência dentro da instituição, aproximará escola e comunidade, professores e alunos, possibilitando assim a construção de valores humanos nas relações sociais, culturais e históricas entre todos.