Escola Municipal Atanázio Leonel
Endereço: Rua Eliza Izabel da Conceição
Bairro São Jorge CEP: 86082827  fone: 33750273
Nome do Diretor(a):  Erica de Freitas
E-Mail da Escola : atanazio.leonel@londrina.pr.gov.br

Professor coordenador dos trabalhos
Dalva Gomes Clemente de Lima
Fone whatsapp: 999211224 E-Mail: dalva_clemente@hotmail.com

Membros da comissão julgadora
Erica de Freitas disciplina que leciona: Diretora
E-Mail atanazio.leonel@londrina.pr.gov.br

Andressa M. M. de Lima disciplina que leciona: Vice Diretora
Fone: 3375 0273   E-Mail atanazio.leonel@londrina.pr.gov.br

Tatiana Cristina Bengozzi  
Fone: 3375 0273 E-Mail:  atanazio.leonel@londrina.pr.gov.br

Desenho Equipe (Educação Infantil)

Ana Bella Bruno Araújo Idade: 05 Série: ed. infantil
Eloha Lauanda Bisterso Galindo de Sousa Idade:05 Série: ed. infantil
Laura Moreira Miranda Idade: 05 Série: ed. infantil
Suellen Manoel dos Santos Prado Idade: 06 Série:  ed. infantil

Professor orientador da equipe: Simielle Borges Belisário
e-mail: atanazio.leonel@londrina.pr.gov.br Fone: 3375 0273

Desenho Equipe  (Fundamental)
Alana Bernardes Novaes Idade: 08 Série: 2º C
Eloá Vitória Evangelista de Souza Idade: 08 Série: 2º C
Ana Lívia Constante Matias Idade: 08 Série: 2º C
Emilly Vitoria de Oliveira Sampaio Idade: 08 Série: 2º C

Professor orientador: Edelaide Fatima Santo Loureiro
e-mail   atanazio.leonel@londrina.pr.gov.br Fone: 3375 0273

Texto – Equipe

Isabel Alves de Castro Idade: 10 Série: 4º A
Maria Heloisa Ribeiro da Silva Idade: 10 Série:  4º A
Nycolas Thiago Silva do Nascimento Idade: 10 Série: 4º A
Ygor Couto Inácio da Costa Idade: 10 Série: 4º A

Professor orientador: Katia Adriana Mafra Bortoleto
e-mail   atanazio.leonel@londrina.pr.gov.br Fone: 3375 0273

A paz e a união

Estar em paz é muito bom!
Achamos que este mundo precisa de paz, amor e respeito!
O melhor caminho para vivermos a paz é não ter guerra. Com a paz a gente vive sem problemas.
Nossas mães sempre nos orientam se alguém nos fizer algo, e se revidarmos, a situação nunca irá acabar.
Se nós não tivermos paz, os conflitos não irão acabar.
A violência só gera tristeza.
Devemos sempre pensar melhor antes de devolver na mesma moeda alguma coisa ruim que alguém nos fez.
Quando fazemos algo com boa intenção, quando atuamos pelo bem dos outros, ficamos mais perto de alcançar a nossa paz interior ideal e que o nosso gesto, por menor que possa parecer, vai fazer toda diferença!
Se a pessoa presenciar e vivenciar a violência, ela também vai ser violenta, se ela presenciar e vivenciar a paz, ela será uma pessoa que espalhará a paz.
Se todo mundo pensar assim,  e mudar de atitude, todos nós poderemos viver em paz!
A paz pode ser semeada em qualquer lugar, o tempo todo.
Diferentes atitudes praticadas no dia a dia podem semear a paz.
Nós queremos viver em um mundo  de paz!
Um mundo sem violência é o que queremos!

Texto de Professor

Professor: Maria Ines Ribeiro Disciplina que leciona: Regente do 4º ano B
E-Mail  atanazio.leonel@londrina.pr.gov.br   Fone: 3375 0273

Paz

Tudo que queria era sentir a paz, mas tenho percebido o quanto as pessoas estão maldosas e fazem questão de maltratar umas às outras, pelo simples prazer, ou as vezes pela falta de paciência e compreensão, um olhar mais terno para com o próximo.
O mundo precisa de paz, de alegria e de amor. As pessoas precisam parar de demonstrar coisas ruins.
Na minha opinião, tudo está ligado com amor, paz e justiça no mundo.
Há tanta falta de amor e tantas desigualdades.
Para haver justiça e paz é preciso primeiro haver amor entre todos, compaixão, generosidade e igualdade.
Paz é uma palavra pequena, que tem muito sentido na vida, a paz é almejada por todos.
Paz é ter os sonhos mais vivos do que nunca, ter confiança sempre, acima de tudo: ter fé em Deus.
Pois Deus é amor, esperança, gratidão, compreensão  e respeito ao próximo.
Então se seguirmos estes ensinamentos teremos a paz tão almejada por todos.
A paz é algo que ninguém pode dar ao outro, ela resulta do equilíbrio de cada um.
Eu quero um mundo melhor e vou lutar por isso com todas as minhas forças.
Deixe a paz guiar sua vida e verá que seu fardo será muito mais leve.
Portanto, se cada pessoa fizer sua parte, teremos um mundo com mais compaixão, amor e paz.
Busque a paz!
Fique em paz!

Texto de Pai (ou responsável)

Cristiane Barbosa dos Santos Nível de escolaridade:  Ensino Fundamental I
E-Mail atanazio.leonel@londrina.pr.gov.br Fone: 3375 0273

A paz
A maioria dos seres humanos por sua natureza deseja a paz no mundo.
É como um sonho coletivo, nada de guerras  ou conflitos.
Hoje vemos as pessoas se destruindo.
Olho com tanta tristeza, notícias sobre os refugiados da guerra.
O mundo precisa de paz  e boas ações fazem a diferença.
Qual paz você procura?
Faça sua parte e deixe o mundo mais leve.
As pessoas boas fazem um mundo bom, com caridade, paz e compaixão.
Um mundo melhor é um sonho.
Muitas pessoas só sabem reclamar, não realizam e ficam esperando pelos outros.
Acima de tudo, paz é criar um clima de harmonia e bem-estar na família , na comunidade…
Um gesto de carinho, uma atitude pode ajudar o seu próximo.
Trate  os outros bem e a sua recompensa virá.
Descubra um  mundo melhor dentro de você e dê exemplo  de amor, com certeza você estará
sendo exemplo para outras pessoas, e assim poderemos alcançar a verdadeira paz que o
mundo precisa!
Seja a paz no mundo!
Onde há amor, há paz!
Faça hoje sua parte!

Relato de experiência

Professor relator: Edelaide Fatima Santo Loureiro Escolaridade: Ensino Superior Completo
E-Mail  atanazio.leonel@londrina.pr.gov.br  Fone: 3375 0273

A paz no mundo

Participar do projeto Londrina Pazeando, 2019, assim como os outros anos é muito prazeroso, pois dialogar e ensinar os nossos alunos a viver os valores da paz é maravilhoso.
No mundo moderno, as formas incentivadoras de consumismo para crianças e jovens, através dos veículos de comunicação, as mudanças nos valores das famílias e tantos outros problemas, tem causado maiores índices de violência, chegando estes a atingir o âmbito das instituições de ensino.
Frequentemente, podemos ver notícias de jornais relatando casos de violência contra professores.
Através da solidariedade podemos trocar experiências com  outras pessoas. Aprendemos respeitar as limitações dos outros bem como as suas próprias dificuldades.
Tendo este pensamento, professores, pais, funcionários e alunos devem focar suas energias na construção de pilares consistentes nos valores morais dentro das escolas e das comunidades em que estão inseridos.
Os adultos são modelos para as crianças e adolescentes. Adultos conscientes formam cidadãos conscientes, íntegros e éticos.
O homem muito tem corrido atrás da Paz, esquecendo-se que ela muitas vezes está dentro de si mesmo.
Faz-se necessário que sejamos mais humanos para que consigamos atingir os outros. De nada adianta discursos, documentos e leis.
A paz se constrói no dia-a-dia entre as pessoas com quem se convive.
Sendo assim, trabalhar na escola, com os alunos sobre a paz, nos leva a acreditar em um mundo melhor.